sexta-feira, 19 de janeiro de 2007

OEIRAS VAI TER UMA Sociedade de Reabilitação Urbana (SRU)

A Câmara Municipal de Oeiras e a Faculdade de Arquitectura da Universidade Técnica de Lisboa (UTL) celebraram três protocolos que, além de permitirem a criação de uma Rede de Cidades (europeias e norteamericanas), viabilizarão um trabalho de investigação daquela Faculdade, no sentido de ser criada em Oeiras uma Sociedade de Reabilitação Urbana (SRU), que incidirá sobre a zona de Algés - Cruz-Quebrada, com extensão, através do Rio Jamor, aos núcleos históricos de Linda-a-Velha e de Carnaxide. A cerimónia teve lugar na segunda-feira, dia 15 de Janeiro, no Gabinete do presidente da autarquia, localizado no edifício dos Paços do Concelho, em Oeiras.

A criação desta SRU resulta das propostas assumidas no recém apresentado Plano Estratégico "Habitar Oeiras", no qual se desenvolvem as novas linhas que deverão presidir à segunda geração de políticas de habitação no município, que têm por objectivo não só garantir condições de habitabilidade e de acesso ao mercado de habitação pelos munícipes, como também melhorar a qualidade dos espaços públicos e dos equipamentos colectivos que definem as áreas habitacionais, tendo como objectivo a criação de um espaço urbano contínuo, com qualidade, que atraia e fixe populações heterogéneas.

Através deste estudo prévio, que antecederá a criação de facto da SRU, será feita a caracterização e a delimitação da mesma e, também, elaborados os documentos estratégicos dos Núcleos Históricos, o que permitirá à autarquia poupar tempo e dinheiro e, além do mais, garantir à partida a qualidade que a Faculdade de Arquitectura da UTL incute nos seus trabalhos de investigação.

Esta metodologia adoptada pela Câmara de Oeiras surgiu após a análise de vários exemplos de SRU existentes em Portugal, cuja implementação foi realizada sem estudos prévios, o que se tornou prejudicial ao bom resultado das mesmas.

Deste modo, prevê-se que a autarquia venha a poupar entre 800 a um milhão e meio de Euros, dado que os referidos documentos são fundamentais para o trabalho da SRU.

Os protocolos serão assinados pelo presidente da Câmara Municipal de Oeiras, Isaltino Morais e pelo presidente do Conselho Directivo da Faculdade de Arquitectura da Universidade Técnica de Lisboa, Fernando caria. A cerimónia contará também com a presença do Vice-Reitor da UTL, António Romão.

in CMO-Online

5 comentários:

António com a linha à vista! disse...

antes de mais parabéns oh jaquim. a ber se é desta que levas a tua belíssima idéia de criar um canal de comunicação entre uma grande e esperada maioria de oeirenses.
entretanto sobre o que aqui repicaste, este é um pequeno exemplo do que é o Isaltino a trabalhar. este homem tem uma dinâmica inigualável! tudo o resto são fardos de palha.

Antonio Manuel Bento disse...

Parabéns a este novo site de blog e de internet.
Espero que seja um exemplo de democracia e debate entre cidadãos honestos.

António Manuel Bento, um cidadão ao serviço da comunidade

Anónimo disse...

Que bom!!!


E voçês, quanto vão ganhar???

Muito €€€€€, que é preciso pagar a casinha...

Anónimo disse...

ó pra ele com fome... de palha.
pede e terás... palha e mais palha, mamarrachos e mais mamarrachos, betão e mais betão.
é fartar.

Anónimo disse...

...«ele é a casinha, ele é o carrinho, ele é a mama do costume», nesta terra onde fazer bem é complicado, não fossem as mesmíssimas "vozes do outro lado" serem sempre as mesmas.... (talvez por nunca terem conseguido compreender o significado dos "consensos"!).

O que nos vale, é que mal ou bem, os desenvolvimentos se vão sucedendo, (não perfilho muitos deles...), e apesar de tudo, a nossa querida Oeiras mais e mais se torna uma terra inegualável.

cumprimentos,