sábado, 9 de fevereiro de 2008

municípios reduziram o endividamento bancário

Administração local com saldo positivo
de 280 milhões de euros




Administração local com saldo positivo
de 280 milhões de euros


Este resultado positivo é o mais alto registado desde 1998
O endividamento líquido bancário acumulado da Administração Local, apresentou no
final de Agosto de 2007, um saldo positivo de 280 milhões de euros. Este valor resulta
da diferença entre os saldos dos passivos (dívida que decorre de financiamento
bancário) e dos activos dos Municípios face às instituições financeiras (depósitos, títulos
etc).

Regista-se uma redução do endividamento líquido bancário relativamente ao período
homólogo do ano anterior, de que resulta um aumento do superávit de cerca de 272
milhões de euros.

O Montante de capital em dívida junto da banca decresceu 60% face ao período
homólogo do ano anterior.



Este resultado positivo registado é o mais alto desde 1998, representando, por um
lado, o inequívoco decréscimo do recurso ao crédito bancário, mas também o
aumento da liquidez da Administração Local.


[Oscar Lima]

5 comentários:

Anónimo disse...

sim senhora é de aplaudir mas já agora poderiam publicar aqui os resultados específicos respeitantes a nossa autarquia.

Socialista de Caxias disse...

Pelo que se sabe a actual gestão da câmara está no bom caminho e recomenda-se. Aliás como Socialista sempre acreditei que a solução de uma boa governação passava sempre com o apoio e participação do PS-Oeiras nas vereações conhecidas.

Boas notícias, ainda continuamos a ser a autarquia modelo :)

Anónimo disse...

Mas que blog tão interessante, é bom observar o despontar de ideias novas na blogosfera de Oeiras!
Força e parabens!

José Duarte

rui nápoles disse...

sinceramente não consigo compreender como é que ainda se pensa que a cmo é uma autarquia de modelo, será que o facto de ter a liderança que tem a torna no tal modelo? a acreditar no socialista atrás o nosso país está cheio de vilões e trapaceiros ditos modelo ou em vias de o serem! porra, espero que não.

Anónimo disse...

Um apelido que não augura nada de bom...